7 DIAS A FOTOGRAFAR O NORTE E CENTRO DE PORTUGAL

TOUR FOTOGRÁFICO PELAS SERRAS, VALES E ALDEIAS DO NORTE E CENTRO DE PORTUGAL

Um Percurso fotográfico intenso e cativante pela Serra do Gerês, a Serra da Estrela, e o Vale do Douro, com pontos fotográficos selecionados pelas suas belezas, mistérios, e histórias, longe da multidão com contacto direto com a Natureza e os Homens e Mulheres das aldeias de Montanha.

Durante este tour, o nosso guia, um fotógrafo profissional, levar-vos-á ao encontro de sítios geológicos, históricos e paisagísticos de cortar a respiração com a garantia de fotografar o que existe de mais típico e imperdível nestas regiões pouco percorridas de Portugal. A sua câmera irá capturar das mais belas imagens de montanha, com as águas cristalinas das cascatas, rios e lagoas, com a deslumbrante flora das florestas, os campos e vales glaciares, com as imponentes formações rochosas de granito e xisto, com as pessoas mais extraordinárias e acolhedoras. Irá mergulhar num mundo serrano de paz e tranquilidade no meio de paisagens rejuvenescentes ao amanhecer e ao pôr do sol…

Nível de dificuldade: 2 / 5 (Moderado a Difícil)

Nível de conforto : 3 / 5 (Hotel de charme)

Itinerário sugerido

(totalmente adaptável em duração, experiências, tipo de alojamento, …)

Campo Gerês : também conhecida por São João do Campo, é uma antiga aldeia de pastores situada a oeste da Mata da Albergaria em pleno coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês

Soajo: No parque Nacional Peneda Gerês, a vila de Soajo é muito conhecida pelo seu grandioso núcleo de 24 espigueiros construídos sobre uma gigantesca laje granítica. Caminhar pelo centro histórico da vila, sobre o pavimento de lajes de granito que são testemunho dos tempos medievais e clicar na câmara até dar vida à pedra, é um belo desafio fotográfico!

Castro Laboreiro: Uma aldeia histórica isolada que soube preservar muitas das suas tradições, como a transumância, a cultura castreja e as “viúvas dos vivos” para definir aquelas mulheres que usam o traje castrejo negro até os seus homens migrantes regressarem. Encontramos fornos comunitários, espigueiros e moinhos, inúmeros cursos d’água, pontes românicas e medievais (Ponte da Cava Velha, a Ponte da Cainheiras, a Ponte da Dorna e a Ponte da Capela). Para amantes de animais, não podemos esquecer o guardião do gado e grande amigo das famílias que deu o seu nome à aldeia: o cão Castro Laboreiro.

Hospedagem e Jantar em Castro Laboreiro

Pitões das Júnias: Uma aldeia dos Gerês rodeada de magníficas montanhas com as suas selvagens fragas, a sua imponente Cascata, a sua flora de carvalhais, e as suas pedras de granito enigmáticas como a Pedra do laço ou a Cara; uma aldeia repleta de tradições, história, enigmas e lendas; um presente enigmático cisterciense isolado chamado o Mosteiro de Santa Maria das Júnias.. Um passeio extraordinário na Natureza e na memória do passado.

Cabeceira de Basto: A região das Terras de Basto está localizada numa zona de transição entre o Litoral Norte e o Interior de Trás-os-Montes. O seu nome terá a ver com “Basto”, figura guerreira e lendária célebre nas lutas de resistência às invasões dos Mouros. Durante a Idade Média, Cabeceiras de Basto foi um centro de peregrinação. Nesta zona integramos na paisagem das serras os vinhedos que tornam as Terras de Basto ainda mais deslumbrantes.

Percurso BTT na ecovia até Mondim de Basto (20 km) : Ao longo da Ecopista do Tâmega vamos ao encontro de paisagens florestais, campos agrícolas, pontes, estações e apeadeiros..

Hospedagem e Jantar em Mondim de Basto

O parque Natural de Alvão está situado na província de Trás-os-Montes e Alto Douro. Aqui domina uma paisagem granítica, linhas de água provenientes do rio Olo, a cascata das Fisgas do Ermelo conhecida como uma das maiores de Portugal com um desnível de 200 m, áreas agrícolas, gado maronês, lameiros e prados de lima com elevada biodiversidade, uma fauna típica das serranias do norte interior (destacando aqui a presença do lobo-ibérico) uma fauna rara, um povoamento e uma arquitetura rural.

Hospedagem e Jantar em Pinhão

Ao longo deste percurso entramos agora em dois territórios classificados como Património da Humanidade pela UNESCO, o Alto Douro Vinhateiro e o Parque Arqueológico do Vale do Côa.

Qualquer que seja o ponto teremos sempre uma vista deslumbrante do Vale do Douro e a sua paisagem única, com os socalcos repletos de vinhas, olivais, amendoeiras, as encostas escarpadas e selvagens, as belas águas do rio Douro, as quintas produtoras de vinho, e as aldeias históricas. Primavera e Outono são sem dúvida as épocas mais imperdíveis para ver e fotografar este panorama multicor de grande beleza!

Vila Nova de Foz Côa: Uma aldeia famosa pelo seu património histórico, arqueológico e cultural. Nesta zona voltamos para os tempos milenares através das inúmeras pinturas rupestres, dos seus castelos, pelourinhos, solares, pontes, vias romanas… 

Figueira de Castelo Rodrigo: Uma aldeia histórica autêntica, de grande beleza em particular na primavera com a sua grande manta de amendoeiras floridas de branco puro.

Hospedagem e Jantar em Figueira de Castelo Rodrigo

Sortelha: A caminho para a Serra da Estrela, Sortelha é uma das mais belas e preservadas aldeias históricas de Portugal, com uma fisionomia medieval urbana e arquitetónica mantida ao longo dos séculos, com ruas e vielas protegidas por um castelo do século XIII, casas de granito, monumentos históricos ancestrais.

Covão d’Ametade: Entramos num dos mais românticos e encantadores lugares da Serra da Estrela. Trata-se de uma depressão mal drenada, situada num covão glaciário a jusante do Covão Cimeiro, situado no início do Vale Glaciar do Zêzere. Estamos perto de 1500m de altitude com uma vista espetacular devido a presença de inúmeras bétulas, e um ecossistema com uma grande biodiversidade. 

Torre: Chegamos aqui ao ponto mais alto da Serra da Estrela e de Portugal com 1993 metros e a Torre de 7 metros. Neste miradouro a vista panorâmica sobre os vales e rochedos, sobre o azul dos cursos de água é magnífica e o ponto é incontornável! 

Concelho de Manteigas: O concelho de Manteigas contém uma das zonas florestais mais extensas do Parque Natural da Serra da Estrela, no qual está integrado. Neste concelho entramos num mundo extremamente natural, podemos caminhar até lagoas, rios e ribeiros, vales, florestas e campos, rochedos de granito, de xisto… aqui o mundo natural está sempre presente e as impressões geológicas deixadas ao longo de milhares de anos são impressionantes!

Qualquer que seja a época do ano, a beleza das paisagens é de cortar a respiração. Capturar na lente a extraordinária beleza Natural do Vale do Zêzere, da Rota das Faias, da cascata do Poço do Inferno, dos grandes blocos graníticos e bosques de pinheiro-silvestre de Penhas Douradas, da barragem do Vale de Rossim é um desafio para todos os instantes. 

Além da paisagem, não podemos esquecer a importância da indústria de tecelagem ainda produzida com métodos tradicionais (Burel Factory) que poderá ser visitada.

Folgosinho: Considerado como berço de Viriato, herói lusitano na luta contra os romanos, esta aldeia de montanha tem um encanto especial pela sua construção em quartzo branco-rosado e pela vista ímpar sobre a natureza e o horizonte a perder de vista. O seu castelo, as suas fontes e a tradição culinária local fazem deste sitio um lugar ideal para relaxar e saborear!

Almoço em Folgosinho: Restaurante Albertino

Porto: Ao fim da tarde, tour livre na Cidade do Porto

Hospedagem e Jantar no Porto.

Inclui:

– 7 noites em hotel de charme em quarto duplo com pequeno-almoço incluído
– Transporte durante todo o programa assim como o transfer Ida e Volta para o Aeroporto do Porto
– Acompanhamento durante todo o programa por um guia fotógrafo profissional (português, inglês, francês básico) apaixonado por Portugal e pela Fotografia

Não inclui:

– O bilhete de avião
– Almoços, piqueniques, jantares
– Seguro de viagem / médico / repatriamento
– Extras / gorjetas / Despesas pessoais
– Seguro de cancelamento/Interrupção da estadia/perda de bagagem e assistência.
– Todo o que não está nas inclusões

Pode privatizar esta viagem nas datas à sua escolha, apenas para si e para os seus companheiros de viagem. Para uma viagem privada, o preço depende do número de participantes, da escolha dos hotéis, da data desejada e da duração. Neste caso, recomendamos que entrem em contacto diretamente conosco e teremos todo prazer em conversar consigo sobre os seus desejos.

Em época alta, os nossos guias e os hotéis podem não estar disponíveis. Se desejar a garantia de um guia e dos hotéis da sua escolha, recomendamos que antecipe na medida do possível a sua reserva de programa.

Pontos de interesse:

Campo Gerês – Soajo – Castro Laboreiro – Pitões das Júnias – Cabeceira de Bastos – Mondim de Basto – Natural Park of Alvão – Fisgas de Ermelo – Lamas d’Olo – Barragem Cimeira de Alvão – Pinhão – Viewpoint of São Salvador do Mundo – Ferragosa – Vila Nova de Foz Côa – Figueira de Castelo Rodrigo – Figueira de Castelo Rodrigo – Sortelha – Covão d’Ametade – Torre – Manteigas – Poço do Inferno – Penhas Douradas – Viewpoint of Fragão do Corvo – Vale do Rossim – Folgosinho – Porto

Atividades:

Fotografia e pequenas caminhadas pela natureza e aldeias

Dormida:

Hotéis de charme e casas rurais

Transporte:

Carrinha de 9 lugares

O Guia:

Bernardo, é um fotógrafo Aveirense apaixonado pelas viagens, fotografia e pessoas com grande experiência internacional. Sendo tour leader percorreu numerosos países de mochila às costas. Fotografar Portugal com ele é captar o mais belo do que a Natureza e o Homem podem oferecer.

Preço para este itinerário:
2 450€ por pessoa
(totalmente adaptável em duração, experiências, tipo de alojamento, …)

– Acompanhamento durante todo o programa do guia fotógrafo

– 7 noites e 6 dias completos

– Quarto duplo

– Alojamento em hotéis de charme, casas rurais

– Transporte em carrinha de 9 lugares

– Pequenos-almoços incluídos

7 DIAS A FOTOGRAFAR O NORTE E CENTRO DE PORTUGAL | SóPraSi